Padre comete suicídio na Igreja de São Sebastião em Surubim

O padre Geraldo de Oliveira, de 77 anos, foi encontrado morto no começo da noite desta terça-feira (1.°) na Igreja de São Sebastião, em Surubim, Pernambuco. Segundo a Polícia Civil, o corpo estava no chão, com a cabeça em um travesseiro, entre os bancos perto da porta principal do templo. Em uma lixeira,  foram achados uma garrafa de champanhe quebrada e dois frascos de uma substância que a polícia acredita ter sido utilizada pelo sacerdote para tirar a própria vida.

Na segunda-feira (31), ele celebrou uma missa e quando os fiéis saíram, pediu ao sacristão que fechasse as portas e ficou sozinho na igreja. Padre Geraldo deixou uma carta de quatro páginas assinada com a data de 1° de fevereiro, na qual expõe divergências com dois padres da Paróquia.
 
Padre Geraldo era natural de Caruaru e religioso há cinco décadas, comemoradas no último dia 2 de janeiro. Há 27 anos ele morava em Surubim. Antes, foi pároco nas cidades de Agrestina e São Caetano. Também foi professor de Filosofia da extinta faculdade Fafica, em Caruaru.
 
Uma das marcas da atuação de Padre Geraldo era o trabalho social. Ele construiu 78 casas em Surubim e outras 20 em Nazaré da Mata para famílias carentes. Realizava também de forma permanente campanhas para doação de cestas básicas e roupas.
 
Na carta de despedida, o padre manifestou o desejo de ser sepultado em Surubim, mas a família nem a Diocese de Nazaré, até agora não divulgaram informações em relação ao velório e sepultamento.
 
(Fonte: Correio do Agreste)
X