Papa doa 4 mil testes Covid aos pobres de Roma

Também neste Natal, o Papa Francisco voltou a pensar nos ‘pequenos’, na população vulnerável de Roma, com um gesto concreto. Graças ao empenho da Esmolaria Apostólica, em colaboração com o Instituto de Medicina Solidária, o IFO San Gallicano e um acordo com Roma Capitale, o Pontífice quis que os 4000 testes Covid, presente da Eslováquia – fossem destinados aos sem-teto do capital.

O agradecimento ao Papa e ao esmoler pontifício

Um sincero agradecimento ao Papa Francisco partiu do Instituto de Medicina Solidária Onlus (IMES), que há mais de 17 anos está empenhado no combate às doenças da pobreza e na melhoria do acesso à saúde para as pessoas socialmente desfavorecidas.

Mas a gratidão é também para o esmoler pontifício, o cardeal Konrad Krajewski, “por tudo o que foi possível fazer graças a eles para proteger as pessoas mais vulneráveis ​​- diz o comunicado do IMES – incluindo o diagnóstico de Covid, que tornou possível a acolhida em estruturas dedicadas às pessoas que se encontravam na rua”.