Cresce o número de celebrações para a Crisma

Na Igreja, o sacramento da Crisma deve ser ministrado por um Bispo, ou por delegação especial, um padre. Com a pandemia do novo coronavírus este sacramento na Arquidiocese de Vitória foi autorizado pelo arcebispo, Dom Dario Campos ser realizado pelos párocos. Os padres ao realizar o sacramento devem observar as normas definidas pelo arcebispo, como uma quantidade menor de crismandos, capacidade máxima da igreja, entre outras orientações.

Paróquias da Arquidiocese de Vitória tiveram que aumentar o número de celebrações para a realização do sacramento da Crisma. Por causa da pandemia a quantidade de crismandos era superior a capacidade de fieis permitidos nas celebrações. Em Afonso Claudio, na paróquia São Sebastião, 300 crismandos foram divididos em quatro celebrações ao longo do mês de outubro e novembro. Na paróquia Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, na Praia da Costa, oito celebrações foram programadas para atender os crismandos e seus familiares.

Diversos encontros em preparação ao sacramento da Crisma foram interrompidos para que se evitasse a contaminação pelo novo coronavírus. Na paróquia Santa Rita de Cássia, na Praia do Canto, a catequista Jacqueline Bonadiman, Coordenadora Paroquial da Crisma, destaca como ocorreu essa preparação do sacramento. “Esses meses nós ficamos online, mantivemos a programação pelas redes sociais. Já que a maioria dos encontros já haviam sido presenciais. ”

A catequista destaca que assim que recebeu as orientações do arcebispo sobre a realização dos sacramentos neste período de pandemia, procurou o pároco e em conjunto fizeram um planejamento para os sacramentos. “A capacidade da nossa igreja é de 150 pessoas neste período de pandemia, então foi preciso realizar duas celebrações. Cada crismando teve a oportunidade de levar apenas três convidados para participar deste momento. Fizemos a distribuição de convites”, afirma.

Para que não houvesse o contato das mãos na hora da unção com o óleo ungido, a paróquia fez uso do algodão e higienização a cada crismando. “Nós seguimos todas as recomendações, separamos os bancos, o crismando sentou apenas com o padrinho ou madrinha e a família sentou em outro banco. Todos estavam usando máscaras e na chegada era medida a temperatura e uso do álcool em gel nas mãos”, ressalta Jacqueline Bonadiman.

Encontros de Crisma Online

A Animação Biblico-Catequetica da Arquidiocese de Vitória orientou as coordenações de Catequese no início desta pandemia para a prática da igreja doméstica, uma vez que os encontros presencias foram interrompidos. A coordenação mantém a orientação de vivermos a Catequese com as atitudes da igreja doméstica.

Com o passar dos meses, algumas paróquias da Arquidiocese optaram pela realização de outras iniciativas, como por exemplo, os encontros on-line, uma maneira encontrada para fortalecer a espiritualidade dos crismandos e os manter próximos. Porém, tendo a consciência, que não substituirá a catequese presencial.

Orientações para a realização da Crisma

Dom José Antonio Peruzzo, presidente da Comissão, para a Animação Bíblico-catequética da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em uma sala de vídeo “Catequese em tempos de pandemia”: “Não podemos perder o contato com os catequizandos, temos que nos fazer presentes mesmo que distantes, através de uma mensagem em rede social, de uma carta, de um bilhete, entre outros”. Segundo ele “(…) Catequese não é só um programa regular ao longo de um ano, é catequético o afeto, não existe evangelização sem ternura, aí o seu contato com os catequizandos agora é decisivo (…) a união com os outros fortalece e promove a unidade entre os catequizandos”. É fato que nem todos os catequizandos têm acesso à internet, mas a estes podemos enviar uma carta, um bilhete, fazer uma ligação. Precisamos de alguma maneira mostrar nosso carinho, nosso afeto.

O documento construído pelo Departamento de Pastoral da Arquidiocese de Vitória leva em consideração as Orientações da CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil publicadas em 21 de maio, e, também as Recomendações das Comissões de Catequese e Liturgia da Arquidiocese de Vitória está em anexo.

Mais informações

Comissão para Animação Bíblico-Catequética

(27) 3025-6265 / (27) 99727-2637

e-mail: mitra.catequese@aves.org.br