CELAM. Encontro virtual de agentes da Pastoral da Família

Como evangelizar as famílias na era digital? Esta é a pergunta do primeiro Encontro Virtual de Agentes da Pastoral da Família na América Latina e Caribe, organizado pelo CELAM (Conselho Episcopal Latino-Americano) para 10 de outubro, às 9h, horário da Colômbia.

Objetivo e temas

Segundo uma nota sobre o assunto, o evento visa “integrar e compartilhar experiências relacionadas ao uso da mídia virtual no continente, a fim de facilitar a compreensão e a difusão das estratégias e metodologias mais apropriadas para implementar os processos da pastoral da família neste momento crítico”, devido à pandemia do coronavírus. Os temas principais do encontro virtual serão quatro: uma conferência intitulada “Evangelização e a era digital”; uma reflexão sobre as estratégias da pastoral familiar virtual; uma apresentação dos resultados de uma pesquisa realizada sobre a necessidade da virtualidade; e por fim uma mesa redonda para a troca de experiências e testemunhos entre os agentes em campo. O evento será realizado através da plataforma Zoom e também será transmitido ao vivo na página do CELAM no Facebook e no canal YouTube.

Diploma em Pastoral da Família

Vale lembrar que poucos dias atrás, em 2 de outubro, terminou o curso online de diploma em Pastoral da Família, organizado pelo Centro de Pastoral Teológica Bíblica para América Latina e Caribe (Cebitepal), um centro de formação do próprio CELAM, para todos os que trabalham no campo da pastoral na América Latina e no Caribe: bispos, sacerdotes, diáconos permanentes, religiosos e leigos e agentes de evangelização em geral. O programa, iniciado em 1º de setembro, tinha como objetivo oferecer um estudo atualizado sobre a realidade e os desafios da família, bem como seu papel vital e sua missão evangelizadora na vida da sociedade e da Igreja.

As famílias suportam o peso da crise

O presidente do CELAM, Dom Miguel Cabrejos, em 15 de maio, o Dia Internacional da Família declarou: “Neste momento de crise em nossa civilização nos campos social, econômico e sanitário devido à pandemia Covid-19 e ao distanciamento que existe em muitos países, ficou claro que foram as famílias que suportaram o peso da crise”. Por esta razão, Dom Cabrejos assegurou a todas as famílias a proximidade da Igreja: “Permito-me entrar na intimidade de todas as famílias da América Latina e do Caribe para abraçá-los e dizer-lhes que nesta crise vocês não estão sozinhos: a Igreja, que é Mãe, os acompanha em suas orações e ações solidárias. Eu lhes peço”, concluiu, “que aproveitem a oportunidade oferecida pelo isolamento obrigatório para que a comunicação, o respeito e o afeto possam crescer na vida familiar e para que os pais possam ouvir seus filhos, ajudá-los, rezar e brincar com eles.

Fonte: Vatican News