Deuteronômio, o livro do mês da Bíblia

A Igreja Católica no Brasil dedica desde 1971 o mês de setembro à Bíblia. São quase 50 anos e a cada ano um tema norteia o estudo e a oração com a Palavra de Deus.

Para este ano o livro escolhido foi do Deuteronômio e o lema do estudo “Abre a tua mão para o teu irmão”, o versículo 11 do capítulo 15 (Dt 15,11).

O livro

O livro do Deuteronômio é de leis sobre moral, ética, comportamento e pretende propor uma forma de relacionamento da comunidade com Deus e com os irmãos. Por isso fala também de espiritualidade e fé. O próprio significado de Deuteronômio é, em Grego, ‘segunda a lei’.  Era o livro que orientava os reis para que governassem bem o povo. Pode-se afirmar que é uma retomada dos capítulos 20 a 23 do Êxodo com foco no exercício da solidariedade e da justiça. A sua escrita é atribuída a Moisés, portanto de 1.400 AC (Antes de Cristo) e entendida como o testamento de Moisés. O Deuteronômio nos proporciona uma releitura sobre o Deus de ontem, de hoje e de sempre.

É o 5º livro da Bíblia e faz parte dos livros que compõem o Pentateuco. E contém 34 capítulos. Os outros livros do Pentateuco são: Gênesis, Êxodo, Levítico e Números.

A Revista Vida Pastoral considera sete temas propostos no Deuteronômio:

·     O perfume do amor. Ser a revelação do amor de Deus no meio do povo.

·     Memória. Quem perde a memória perde o rumo da vida.

·     Serviço. Pelo seu jeito de servir, o povo revela o rosto de Deus.

·     Êxodo. Viver em estado permanente de êxodo, de ‘saída’.

·     Comunidade. “Entre voes não haverá nenhum pobre” (Dt 15,4).

·     Libertação. Deus nos libertou da escravidão no Egito.

·     Aliança. Compromisso mútuo entre Deus e o povo.

Para o povo de Judá, o livro do Deuteronômio era também um alerta, pois temiam ser destruídos como Israel, então o caminho seguro era obedecer às leis, amar a Deus e cuidar dos pobres.

Para entender os textos, porém, é necessário entender o contexto da época.

O mês da Bíblia

A CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil disponibilizou o Texto –Base para estudo e, ainda, subsídios para cinco encontros usando a metodologia da Leitura Orante: leitura – Meditação – Oração – Contemplação.

Os materiais podem ser adquiridos no site da CNNBB clicando aqui.